VIVER A VIDA
Vivre sa vie


Ao abandonar o marido e o filho para tentar a sorte como atriz na capital francesa, Nana [Anna Karina] traça o falaz destino de tantas outras garotas, deslumbradas pela chance de conquistar o sucesso imediato. Suscetível as consequências de uma mudança inoportuna e a falta de dinheiro para sobreviver aos árduos dias que remontariam essa jornada imposta de maneira voraz.

Como alternativa de sustento, Nana resolve trabalhar em uma loja de discos, todavia, o baixo salário é insuficiente para todas as despesas e sem o montante para quitar o aluguel de seu quarto, acaba expulsa do lugar pelo proprietário. Após recorrer a alguns velhos conhecidos que lhe viram as costas, a jovem decide se prostituir pelas ruas de Paris.

É quando, confusa e sem qualquer perspectiva reencontra Yvette [Guylaine Schlumberger], uma antiga amiga que confessa passar por situação semelhante. Yvette por sua vez − há mais tempo no negócio − lhe apresenta Raoul [Saddy Rebot], espécie de agenciador de mulheres em programas para clientes interessados nesse tipo de serviço.

No entanto, o homem de gestos cordiais no começo revelaria seu lado brutal no decorrer do relacionamento, descrito por ele como estritamente profissional, chegando ao extremo de vendê-la a outro agenciador. Todos os fatores delineariam o trágico final da mocinha que desejou um dia ser princesa, mas se tornou apenas outra vítima de um sistema voltado aos prazeres volúveis e sentimentos inexatos, descritos por Jean-Luc Godard nos doze atos apresentados a seguir:

ATO 1: Um café − Nana quer abandonar − Paul − O caça-niqueis
ATO 2: A loja de discos − Dois mil francos − Nana vive sua vida
ATO 3: O porteiro − Paul − A paixão de Joana D'Arc − Um jornalista
ATO 4: A polícia − Interrogatório de Nana
ATO 5: Os bulevares exteriores − O primeiro homem − O quarto
ATO 6: Encontro com Yvette − Um café suburbano − Raoul − Tiros de metralhadora
ATO 7: A carta − De novo Raoul − Os Campos Elíseos
ATO 8: As tardes − O dinheiro − As pias − O prazer − Os Hotéis
ATO 9: Um jovem homem − Luigi − Nana se pergunta se ela é feliz
ATO 10: As calçadas − Um cara − A felicidade não é alegre
ATO 11: Place du Châtelet − O desconhecido − Nana faz filosofia sem saber
ATO 12: De novo o jovem homem − O retrato oval − Raoul troca Nana

Assistido e comentado by Marco Müller
Publicado 30 | Outubro | 2015

*Poster promocional do filme

FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL Vivre sa vie
GÊNERO Drama
TEMPO DE DURAÇÃO 85 minutos
DATA DE LANÇAMENTO [FRA] 1962
ESTÚDIO Panthéon Distribution
DIREÇÃO Jean-Luc Godard
PRODUÇÃO Pierre Braunberger
ROTEIRO Marcel Sacotte | Jean-Luc Godard

ELENCO

ANNA KARINA Nana
SADY REBBOT Raoul
ANDRÉ S LABARTHE Paul
GUYLAINE SCHLUMBERGER Yvette
GÉRARD HOFFMAN O Chefe
MONIQUE MESSINE Elisabeth
PAUL PAVEL Jornalista
DIMITRI DINEFF Dimitri
PETER KASSOVITZ Jovem
ERIC SCHLUMBERGER Luigi
BRICE PARAIN O Filósofo
HENRI ATTAL Arthur
GILLES QUÉANT Cliente
ODILE GEOFFROY Funcionária do Café
MARCEL CHARTON Agente de Polícia

SCREENSHOTS


Nana [Anna Karina]

Título original

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

ATO 1: Um café − Nana quer abandonar − Paul − O caça-niqueis

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

ATO 2: A loja de discos − Dois mil francos − Nana vive sua vida

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

ATO 3: O porteiro − Paul − A paixão de Joana D'Arc − Um jornalista

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

ATO 4: A polícia − Interrogatório de Nana

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

ATO 5: Os bulevares exteriores − O primeiro homem − O quarto

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

ATO 6: Encontro com Yvette − Um café suburbano − Raoul − Tiros de metralhadora

Nana [Anna Karina]

Yvette [Guylaine Schlumberger] e Nana [Anna Karina]

Yvette [Guylaine Schlumberger] e Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina] e Yvette [Guylaine Schlumberger]

Nana [Anna Karina] e Yvette [Guylaine Schlumberger]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina] e Yvette [Guylaine Schlumberger]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Yvette [Guylaine Schlumberger] e Raoul [Saddy Rebot]

Yvette [Guylaine Schlumberger] e Raoul [Saddy Rebot]

ATO 7: A carta − De novo Raoul − Os Campos Elíseos

A carta

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Raoul [Saddy Rebot] e Nana [Anna Karina]

Raoul [Saddy Rebot] e Nana [Anna Karina]

Raoul [Saddy Rebot]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina] e Raoul [Saddy Rebot]

Raoul [Saddy Rebot] e Nana [Anna Karina]

ATO 8: As tardes − O dinheiro − As pias − O prazer − Os Hotéis

Raoul [Saddy Rebot]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Os pés

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

ATO 9: Um jovem homem − Luigi − Nana se pergunta se ela é feliz

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

ATO 10: As calçadas − Um cara − A felicidade não é alegre

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

ATO 11: Place du Châtelet − O desconhecido − Nana faz filosofia sem saber

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

O filósofo [Brice Parain]

O filósofo [Brice Parain]

O filósofo [Brice Parain]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

ATO 12: De novo o jovem homem − O retrato oval − Raoul troca Nana

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

Nana [Anna Karina]

O fim