QUANDO PARIS ALUCINA
Paris - When it sizzles


A necessidade imediata de um roteiro contratado pelo produtor Alexander Meyerheim [Noel Coward] junto a Richard Benson [William Holden] coloca em estado de pânico a rotina do renomado escritor, com todos os prazos vencidos, resta-lhe apenas dois dias para conclusão e entrega da obra, poderia ser tempo suficiente para os últimos ajustes não fosse o singelo detalhe que tanto atormenta um autor célebre, porém relapso – nenhuma linha redigida – apenas o título insano que lhe assombra o imaginário, sugerido pelos investidores de Hollywood “A moça que roubou a Torre Eiffel”.

Tomado pela tragédia eminente, Richard se aventura obstinado pelas horas restantes, é quando resolve contratar uma datilógrafa para acelerar seus resquícios de lucidez associados a profunda insanidade, traços relativos a qualquer profissional desse meio. Subitamente adentra seu apartamento a deslumbrante Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn], sem demonstrar qualquer impressão, ele prontamente coloca a jovem frente a máquina de escrever e começa a narrar desenfreadamente o script do filme.

Mas, Richard parece ter perdido a inspiração e nenhuma das ideias sugeridas corresponde a sua expectativa, com tantas tentativas frustradas, volta-se para Gabrielle como último refúgio, demonstrando um interesse repentino e investigativo, ela confessa toda admiração por seus métodos de trabalho, também que mora em Paris a dois anos e vivera um tórrido romance com um proeminente ator de teatro.

Ligeiramente incomodado com esse acentuado detalhe Richard é tomado por um entusiasmo criador súbito que antecede uma trepidante aventura misturada com romance, assim como na ficção ambos começam a se envolver seduzidos pelo trabalho, dois caminhos dispares, aproximados pelo clima de sensualidade que se instaura entre textos ambíguos e condutas inapropriadas, justificados apenas pela necessidade de estarem daquele momento em diante juntos, propensos a qualquer final que uma instigante história sempre pode oferecer.

Assistido e comentado by Marco Müller
Publicado 17 | Março | 2013

*Poster promocional do filme

FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL Paris - when it sizzles
GÊNERO Comédia Romântica
TEMPO DE DURAÇÃO 110 minutos
DATA DE LANÇAMENTO [EUA] 1964
ESTÚDIO Paramount Pictures
DIREÇÃO Richard Quine
PRODUÇÃO George Axelrod | Richard Quine
ROTEIRO George Axelrod

ELENCO

WILLIAM HOLDEN Richard Benson
AUDREY HEPBURN Gabrielle Simpson
NOEL COWARD Alexander Meyerheim
TONY CURTIS Philippe
GRÉGOIRE ASLAN Policial Gilet
RAYMOND BUSSIÈRES François
CHRISTIAN DUVALEIX Maitre do Hotel
MEL FERRER Sr. Hyde
MICHEL THOMASS Michel Thomass
DOMINIQUE BOSCHERO
EVI MARANDI

SCREENSHOTS


Título original

O produtor Alexander Meyerheim [Noel Coward]

A deslumbrante Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn] assim
que chega ao apartamento de Richard

Richard Benson [William Holden] ansioso pelo começo dos
trabalhos, nem nota a beleza de Gabrielle

Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn] e a máquina de escrever

Richard Benson [William Holden] e seus devaneios

Richard Benson [William Holden] e Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn]
começando os trabalhos

Tony Curtis [Philippe] como um dos personagem imaginários de Richard

Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn] outra personagem imaginária
de Richard

Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn]

Richard Benson [William Holden] e Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn]

Richard Benson [William Holden] prestes a desistir do projeto

Richard Benson [William Holden] e a nova inspiração

Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn] e Richard Benson [William Holden]

Richard Benson [William Holden]

Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn] 

Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn]

Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn]

Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn]

Richard Benson [William Holden] e Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn]

Richard Benson [William Holden] e Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn]

Richard Benson [William Holden] e Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn]

Richard Benson [William Holden] e Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn]

Richard Benson [William Holden] e Gabrielle Simpsom [Audrey Hepburn]
e o grande desfecho